Allison Reynolds' Pandora Box

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Allison Reynolds' Pandora Box

Mensagem por Allison Reynolds em Sex Jun 09, 2017 9:47 pm


[Bom, pedi pro Ale um espaço pra poder fazer um desenvolvimento de personagem com a Allie, pois tinham coisas que queria escrever e não couberam durante as missões. Então esse vai ser meu tópico pra postar pequenos fragmentos da história dela. Espero que mais players façam tópicos nessa área =) ]
avatar
Allison Reynolds

Mensagens : 104
Data de inscrição : 25/03/2015
Cargo : Paranoica em desenvolvimento

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Allison Reynolds' Pandora Box

Mensagem por Allison Reynolds em Sex Jun 09, 2017 10:47 pm


Tantas mudanças, e tudo ocorrendo em tão pouco tempo. Era um fato, a vida de Allison nunca mais foi a mesma desde o momento em que ela puxou o gatilho pela primeira vez. Não que daqui pra frente tudo fosse ser ruim, apenas seria diferente. Mas e como lidar com as coisas que se deixa pra trás? Se é que na vida nós realmente somos capazes de deixar algo pra trás...

[Cronologicamente aconteceu após o final de "Rastros de Sangue"]

---

Naquele momento, Allison estava concentrada em mexer seu café. Bem, se é que era possível classificar aquele amontoado de chantilly como "café". Não havia como negar o quanto ela gostava dessas bebidas cheias de açúcar e cafeína. Uma combinação perfeita.

Era uma cafeteria com um certo charme retrô. As cadeiras antigas e confortáveis davam ao lugar uma aparência de antigo.. e fofo. Mais cedo naquele dia, ela disse aos outros que tinha alguns assuntos pendentes para resolver e iria precisar se ausentar por uma tarde.

Ela estava adiantada, por isso resolveu tomar um café. Não seria exatamente um problema tomar outro, quando quem ela esperava chegasse. Afinal... aquele era um dos lugares que mais gostava na cidade. E, por sorte, não era diabética.

Olhou o celular por alguns segundos, um tanto quanto desinteressada. Era difícil não sentir aquele nó na garganta aumentando conforme o horário combinado se aproximava.

Três e quinze. A porta do local se abre e a jovem tatuada dá um sorriso ao notar o cabelo vermelho fogo que chamava tanta atenção. Chamava mais atenção em meio a multidão que todas as tatuagens que haviam no corpo de Allison.

Enfim... era impossível esquecer aquele vermelho. Da mesma forma como era impossível esquecer qualquer memória da infância, onde as duas se apoiavam mutuamente durante qualquer dificuldade. Claire. Sua irmã mais nova.

Spoiler:

E apesar de ter apenas 17 anos, a garota era uma das mulheres com a personalidade mais forte que conhecia.

Logo Allie se levantava e abraçava Claire. E sentiu falta desse abraço durante os últimos meses. Não apenas por ter se tornado (a pouco) uma caçadora, mas mesmo quando estava na faculdade, as visitas se tornam complicadas quando se é uma universitária sem muito dinheiro e cheia de trabalhos para entregar. Sentiu o nó na garganta aumentar mais. Se ao menos ela soubesse o que iria acontecer com sua vida antes dela se formar... Teria visitado mais aos finais de semana.

Após alguns instantes, a garota de cabelos vermelhos sentou-se na frente de Allison, na mesa. Pediu um café preto, e Allie pediu um chocolate quente... com chantilly.

- Você não mudou nada.. nem acredito que já vai fazer 18! - Allie sorria enquanto olhava para a irmã que balançava a cabeça negativamente enquanto ela dizia isso.

- Você também não mudou muito desde a última vez. Exceto por... - cerrava um pouco os olhos ao ver o braço dela, como se estivesse tentando se lembrar de algo.

- Essas duas são novas - Allison riu mostrando as últimas tatuagens que havia feito. Essas Claire ainda não conhecia.

- Quando eu fizer 18, o primeiro lugar que eu vou vai ser no tatuador. - Claire dizia, uma expressão sonhadora no olhar.

- E a mãe vai pirar, obviamente!

Logo a fala de Allie era seguida por risadas dela e de Claire. Que péssimo exemplo que ela era, ao menos aos olhos dos seus pais.

- Então.. você vai largar a faculdade? - Claire perguntava, um tanto quanto incerta sobre algo que provavelmente ouviu de seus pais em alguma conversa em que classificaram Allie como uma péssima filha. E maluca. Allie deu um suspiro, dando de ombros antes de continuar a conversa.

- Sim... Eu tive que tomar essa decisão após algumas coisas que aconteceram.

A garota olhou para ela um tanto desapontada e isso doeu no fundo do coração de Allison. Ser a irmã mais velha era ser um exemplo, a parte disso Allie era uma irmã  ausente. E, com o caminho que escolheu, provavelmente teria que ser mais ainda.

Isso doía, e ela sentiu vontade de chorar.

- Eu não posso te dar muitos detalhes, me desculpe - Admitiu para Claire, o tom de voz estava um tanto vacilante quando ela falou. - Mas.. é algo importante, eu não faria isso se não fosse. Você sabe disso, não sabe?

"Eu não posso dar mais detalhes porque não posso correr o risco de alguma das coisas que agora eu caço atacarem você", pensava, enquanto analisava a reação de Claire ao que ela disse.

A expressão da garota de cabelos vermelhos animou-se um pouco. - Sim, eu sei. Eu só te conheço a 17 anos, Allison!

As duas riram novamemte. A partir daquele momento a conversa se tornou mais leve. Claire falou sobre como estava a escola, sobre o garoto que ela achava interessante, as preocupações normais de garotas da idade dela. Allie queria que essas preocupações continuassem essas, as notas e os crushs, e não criaturas sobrenaturais vindo atrás dela.

Sabia que no fim das contas, estava fazendo a coisa certa. Era pra protegê-la, também. Para tornar o mundo um lugar melhor pra Claire.

Depois do café elas caminharam até uma loja de discos que havia ali perto, ainda colocando a conversa em dia. A tarde passou sem que elas se dessem conta.

- Você tem o meu número, se precisar de qualquer coisa, Claire, é só me ligar. Eu prometo que venho correndo. Não importa onde estiver. - Allie colocou uma das mãos no ombro da irmã antes de se despedir, e falou, um tanto séria.

Abraçou a garota e antes de sair entregou a sacola com o logotipo da loja de discos, Claire estava entretida naquele momento ouvindo o CD da Cora Corman, e nem viu quando a irmã passou no caixa.

- Pra você. De alguma forma eu preciso ser uma influência melhor do que tatuagens e largar a faculdade. - Allie disse sorrindo. - Eu te amo, Claire.

- Eu também te amo, Allie. - Claire falou e deu um rápido abraço na tatuada antes de tirar o disco da sacola e avaliar por alguns instantes. - Ok, eu vou dar uma chance!

Spoiler:

Logo Allie tomava o caminho de volta a cabana. De certa maneira, seu coração estava bem mais leve.
avatar
Allison Reynolds

Mensagens : 104
Data de inscrição : 25/03/2015
Cargo : Paranoica em desenvolvimento

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum